Científico

Efeitos da RPG em pacientes com Espondilite Anquilosante

Assunto: Científico Aproveite para recomendar aos amigos:

Avaliação dos Efeitos da Reeducação Postural Global (RPG) em Pacientes com Espondilite Anquilosante – Resumo da dissertação de mestrado

Autora: Eliane Maria da Silva. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Universidade Federal do Rio Grande do Norte para a obtenção do título de mestre em Ciências da Saúde em 2010, sob a orientação da profa. Dra. Maria José Pereira Vilar.

espondilite-anquilosante-rpg-souchard-2A Espondilite Anquilosante (EA) é uma doença inflamatória crônica que acomete principalmente o esqueleto axial, levando à limitação da mobilidade da coluna e incapacidade funcional. É comum a entesite (inflamação nos locais de inserção dos ligamentos, tendões no osso), responsável pelo quadro álgico dessa patologia na região lombar baixa, podendo acometer progressivamente, de forma ascendente a coluna dorsal e cervical. Acomete predominantemente homens brancos jovens, geralmente entre a segunda e terceira década de vida.

A EA acarreta alterações posturais que geram incapacidades físicas, sociais, econômicas e/ou psicológicas afetando a qualidade de vida dos pacientes. As alterações mais comuns são a retificação da lordose cervical (com projeção da cabeça para frente), acentuação da cifose dorsal, retificação da lordose lombar e flexão compensatória de quadril e joelhos.

A fisioterapia é parte importante no seu tratamento. A Reeducação Postural Global (RPG), um método que utiliza alongamento baseado em avaliação de cadeias musculares, com interferência importante nas alterações posturais, poderá ser uma alternativa complementar no tratamento dessa doença.

Dessa forma, o objetivo desse estudo foi avaliar os efeito da RPG no tratamento de pacientes com EA em comparação com um programa de auto alongamento convencional e exercícios respiratórios, feitos em grupo.

Metodologia
Trata-se de um estudo intervencional controlado, totalizando 38 pacientes com EA, divididos em dois grupos, tratados durante quatro meses: o grupo RPG (n=22) e o grupo controle (n=16).

Todos os indivíduos foram avaliados antes e após os tratamentos, sendo as variáveis analisadas: intensidade da dor, duração da rigidez matinal, mobilidade da coluna, expansibilidade torácica, atividade da doença (Bath Ankylosing Spondylitis Disease Activity Índex – BASDAI), capacidade funcional (Health Assessment Questionnaire – Spondyloarthropathies – HAQ-S) e qualidade de vida (Medical Outcome Study Short Form 36 Healthy Survey – SF-36).

Reeducação Postural Global: O grupo RPG realizou 1 sessão semanal com duração de 1 hora, totalizando 16 sessões. As posturas adotadas foram conforme a avaliação prévia, seguindo o método RPG Souchard, atuando nas cadeias que apresentaram maior problemática e atentando-se a respiração de cada paciente.

O grupo controle realizou auto alongamento convencional e exercícios respiratórios em grupo, 2 vezes por semana.

Resultados
Os resultados mostraram que houve uma diferença estatisticamente significativa, em todos os parâmetros analisados, em ambos os grupos entre o pré e pós tratamento.

Em comparação ao grupo controle, o grupo RPG mostrou melhora estatisticamente significativa na rigidez matinal (p=0,01), nos parâmetros da mobilidade da coluna (exceto distância dedo-chão), na expansibilidade torácica (p=0,02) e no componente Aspecto Físico do SF-36 (p=0,00). Ao final, foi observado que, nesta amostra de pacientes com EA, o tratamento com RPG parece ter uma resposta melhor em algumas medidas clínicas, do que o auto alongamento convencional, realizado em grupo.

Conclusão
Os pacientes com acompanhamento pela RPG apresentaram significativo decréscimo da intensidade da dor e mobilidade ao longo do estudo e em comparação com o seguimento convencional. Além disso, os indivíduos submetidas a RPG apresentaram melhora na qualidade de vida com menor número de sessões semanais. Porém, outros estudos são necessários para melhor avaliar esta alternativa terapêutica na EA.

 

Veja aqui o trabalho completo:

Encontre um fisioterapeuta