Textos para pacientes

Dores no quadril são graves?

Assunto: Textos para pacientes Aproveite para recomendar aos amigos:

dores-no-quadrilQualquer pessoa está suscetível ao aparecimento de dores no quadril, embora o problema afete, principalmente, pessoas acima de 40 anos de idade e as que praticam esportes de impacto. Esta dor pode acometer qualquer articulação da região ou mesmo em suas proximidades, podendo indicar a presença de diferentes doenças, como tendinite, contusão no quadril, bursite trocantérica, síndrome do piriforme, artrite reumatoide, anquilose do quadril, pubalgia, epifisiólise, etc. A dor evolui de acordo com a causa: fraturas, por exemplo, implicam grandes riscos, comprometendo de modo significativo a qualidade de vida do paciente.

Algumas características podem evidenciar quando as dores no quadril surgem com efeitos mais graves, é o caso de:

– Dores causadas por quedas sérias;

– Baixa mobilidade do quadril;

– Dificuldades para suportar pesos sobre a própria perna;

– Deformações na perna que chega a sangrar;

– Manifestação de dores com febre;

– Reação dolorosa que não alivia mesmo com o uso de tratamentos domésticos.

A RPG Souchard auxilia pacientes com dores no quadril

O método de Reeducação Postural Global (RPG Souchard) auxilia na correção de lesões e deformações do corpo, além de, sobretudo, ensinar o paciente a se posicionar de forma correta no dia a dia, o que, naturalmente, ajuda a prevenir lesões, evitando novos problemas ao indivíduo. Através do método, o corpo inteiro é colocado em estiramento máximo, evidenciando tensões particulares que se relacionam umas com as outras, como se fossem “fios”. A RPG Souchard proporciona ao paciente uma recuperação segura e completa, sem os riscos de retorno das dores.

Algumas recomendações para viver sem dor

– Procure realizar atividades físicas que não gerem impacto excessivo como caminhadas, bike, natação, Pilates, dentre outras;

– Mantenha o seu peso corporal adequado, adotando uma alimentação saudável e equilibrada;

– Evite subir e descer escadas exageradamente;

– Tenha atenção redobrada durante a realização de atividades em terrenos irregulares (calçadas esburacadas, trilhas, etc.), a fim de evitar as possíveis entorses;

– Evite realizar atividades que exijam agachamento até o chão, principalmente, não deixando os joelhos se projetarem para frente;

– Ao primeiro sinal de dor ou desconforto procure um especialista, pois pequenas mudanças nas atividades podem significar uma ótima prevenção.

Encontre um fisioterapeuta