Textos para pacientes

Espondilolistese: causas, sintomas e tratamento com a RPG Souchard

Assunto: Textos para pacientes Aproveite para recomendar aos amigos:

espondilolisteseA espondilolistese pode ser caracterizada como o deslizamento de uma vértebra da coluna sobre outras. A vértebra sai de sua posição normal – normalmente, na parte da frente do corpo – e avança sobre as de baixo, provocando um desalinhamento da coluna.

Essa doença pode ocorrer em qualquer porção da coluna, mas na maior parte dos casos afeta a região lombar, manifestando-se mais frequentemente após os 40 anos de idade.

Causas da espondilolistese

A principal causa, em adultos, é a artrite – um desgaste anormal da cartilagem e dos ossos. Ocorre, principalmente, nas 4ª e 5ª vértebras lombares – níveis mais baixos da coluna e que suportam os maiores pesos – e, especialmente, em pessoas que realizam atividades de forte estímulo ao aumento de estresse nessa região, como os jogadores de futebol.

A espondilolistese pode ser dividida em 5 tipos:

– Displásica: Resultante de uma má formação congênita da vértebra e dos seus arcos posteriores;

– Degenerativa: Decorrente da instabilidade na coluna por doenças discais e o processo degenerativo próprio do envelhecimento. Relaciona-se com posturas inadequadas, excesso de peso ou atividades de grande impacto à coluna;

– Ístmica: Surge quando o istmo vertebral é afetado. Pode ser causada por fratura por fadiga, deixando a coluna instável e favorecendo o escorregamento das vértebras;

-Traumática: Ocorre por traumatismo na coluna vertebral, podendo resultar da fratura de ossos e do rompimento de ligamentos;

– Patológica: Causada pela degeneração da articulação em virtude de doenças reumatológicas, autoimunes ou tumorais.

Sintomas da espondilolistese

Um indivíduo com espondilolistese pode não apresentar sintomas, vai depender da causa e natureza da doença. Mas há casos em que a doença evolui com dores e prejuízos funcionais: pode produzir lordose aumentada ou resultar em cifose – nos estágios mais avançados. Dentre os principais sintomas que podem surgir estão:

– Dor lombar;

– Dor irradiada;

– Redução de força e coordenação dos movimentos;

– Formigamento;

– Dor e fraqueza nas pernas com dificuldade de caminhar;

– Tensão muscular;

– Rigidez;

– Sensibilidade na área afetada.

Tratamento para a espondilolistese

Inicialmente, o tratamento da espondilolistese está focado no alívio da dor com o trabalho de Reeducação Postural Global (RPG) que permite melhorar a sustentação da coluna. Através de alongamentos e correções articulares é possível tratar a doença e prevenir a sua evolução. A RPG Souchard ajuda o paciente a corrigir vícios posturais, o que permite bem mais que o alívio da dor, atua diretamente na causa da doença.

Encontre um fisioterapeuta