Textos para pacientes

A RPG Souchard no Tratamento de Labirintite

Assunto: Textos para pacientes Aproveite para recomendar aos amigos:

Próximo à orelha interna está localizado o aparelho labiríntico, considerado um dos principais órgãos responsáveis pelo nosso senso de equilíbrio. A Labirintite pode ser designada como uma afecção que além de comprometer o equilíbrio, também interfere na audição.


rpgsouchard-labirintite
Causas principais da Labirintite

A Labirintite é caracterizada quando surge algum tipo de processo inflamatório, infeccioso ou tumoral no aparelho labiríntico (estrutura muito frágil), além de doenças neurológicas, alterações genéticas ou compressões mecânicas. Os níveis aumentados de colesterol, triglicerídeos e ácido úrico também podem gerar alterações dentro das artérias, levando à redução da quantidade de sangue que circula nas áreas do cérebro e do labirinto. Uma vez irritadas, as áreas do ouvido interno têm o seu funcionamento comprometido.

Há diversas situações que podem aumentar ainda mais os riscos de Labirintite:

– Histórico de alergias;

– Uso excessivo de álcool, fumo e cafeína;

– Diabetes;

– Otites;

– Colesterol alto;

– ATM;

– Uso de certos medicamentos (como anti-inflamatórios e antibióticos);

– Infecções virais ou bacterianas;

– Estresse;

– Infecção respiratória.

Nos casos de labirintite emocional, crises de ansiedade patológica e depressão estão relacionadas.

Sintomas comuns da Labirintite

Entre os sintomas podemos destacar as alterações no senso de equilíbrio; ocorrências de vertigens, tonturas, sudorese, vômitos e enjoos, que podem piorar com o estresse, movimentos bruscos da cabeça, quando se está em locais com bastante movimento e ruídos ou durante a menstruação; perda da audição em um dos ouvidos, sensação de pressão ou zumbidos persistentes; dificuldade de manter os olhos focados, uma vez que eles se movem involuntariamente; secreções ou líquidos que saem do ouvido.

Nos casos de labirintite leve, normalmente o paciente sente, apenas, uma ligeira perda de audição e enjoos. Já em labirintites graves, o paciente pode ser acometido por surdez completa, além de ter dificuldades de se manter em pé, em virtude de tonturas fortes. Se os sintomas desaparecem no decorrer do tempo e depois voltam a aparecer ao longo de vários meses ou anos, desenvolve-se uma labirintite crônica.

Tratamento para Labirintite com a RPG Souchard

O tratamento é feito com base nas causas da Labirintite, pois existem muitas variações dos tipos de doenças que o paciente pode desenvolver no labirinto. Alguns pacientes alcançam a cura espontaneamente, enquanto outros necessitam de tratamentos medicamentosos, dietas específicas e outras terapias.

A RPG Souchard é indicada para tratar todas as patologias que necessitam de Fisioterapia e não trabalha, apenas, com dores nas costas, ela é também aplicada para promover o ajuste do desequilíbrio muscular que incomoda os pacientes com Labirintite, produzindo uma melhora satisfatória das sensações de vertigens e de tonturas. O profissional poderá realizar manobras e mobilizações na cabeça do paciente, lentamente, a fim de reposicionar os cristais presentes no ouvido e, assim, melhorar o equilíbrio. O método é também indicado, especialmente, na correção postural e através dessa propriedade é possível aliviar a tensão acumulada nos ombros, o que naturalmente faz com que as dores de cabeça (comuns durante as crises de Labirintite) consigam diminuir. Não há restrição de idade para a aplicação da RPG Souchard, o tratamento pode ser utilizado em casos de Labirintite aguda ou crônica, com sintomas mais simples ou mais graves.

Encontre mais benefícios da RPG Souchard.

É importante considerar mudanças no estilo de vida para prevenir ou amenizar as crises de Labirintite:

-Descansar, afastando-se dos estudos e trabalho quando os sintomas começarem a se manifestar, durante certo período;

– Adotar uma alimentação adequada e saudável;

– Evitar movimentos ou alterações de posições bruscas e repentinas;

– Controlar a ingestão de álcool;

– Não fumar;

– Evitar leituras e locais com luzes fortes durante as crises;

– Praticar atividades físicas;

– Afastar as situações de estresse e ansiedade;

– Ingerir bastante líquido.

Encontre um fisioterapeuta